Mensurando o desenvolvimento do Pensamento Computacional por meio de mapas auto-organizáveis: um estudo preliminar em uma Oficina de Jogos Digitais

Thiago Barcelos, Alexandra Souza, Leandro Silva, Roberto Muñoz, Rodolfo Villarroel Acevedo

Resumo


A análise automatizada de código desenvolvido por alunos em atividades de desenvolvimento do Pensamento Computacional vem mostrando potencial em identificar práticas e estratégias utilizadas para a resolução dos problemas propostos. No entanto, ainda não tem sido explorada em detalhes a evolução do código produzido por alunos e sua relação com a aquisição de competências do Pensamento Computacional. Neste estudo foram empregados mapas auto-organizáveis na análise de jogos produzidos por alunos em uma Oficina de Produção de Jogos Digitais nos anos de 2013 e 2017. O resultado do processo de treinamento produziu agrupamentos no mapa que apresentaram coerência com características dos jogos vinculadas a estratégias utilizadas pelos alunos que foram previamente observadas em sala de aula. Implicações dos resultados para estudos futuros também são discutidas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5753/cbie.wcbie.2017.932

Apontamentos

  • Não há apontamentos.