Análise de um jogo RPG educacional produzido pelo próprio docente, auxiliado por Ferramenta de Autoria

Cleber Gurzynski, Marcelo Hounsell, Avanilde Kemczinski

Resumo


Ampliar o uso de jogos digitais para o contexto da sala de aula depende diretamente do envolvimento dos especialistas de conteúdo (no caso, docentes). O uso de Ferramentas de Autoria (FA) se apresenta como uma opção para facilitar que o próprio docente desenvolva o jogo. Este artigo mostra a experiência de construção e uso de um jogo digital educacional do tipo RPG (Role Playing Game). Uma docente sem conhecimento de programação usou uma FA para conceber um jogo como forma de apoio ao de aprendizado do conteúdo e estudantes usaram e avaliaram o jogo. O jogo resultante foi avaliado como regular nos aspectos técnicos e pedagógicos pelos estudantes mostrando que a FA efetivamente auxiliou a docente

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5753/cbie.sbie.2016.617