Abordagens para Avaliação de Softwares Educativos e sua Coerência com os Modelos de Qualidade de Software

Ozonias Brito Júnior, Yuska Aguiar, Tatiana Tavares

Resumo


Este artigo descreve a análise de 14 abordagens para avaliação de Softwares Educativos (SE), realizada com o objetivo de identificar a coerência e abrangência de tais procedimentos em relação aos modelos consagrados da literatura clássica para a Qualidade de Software (Norma ISO 9126-1 e Swebok Guide), Qualidade de Uso (Norma ISO 9241-1 e Heurísticas de Usabilidade) e os Preceitos da Pedagogia. O mapeamento foi elaborado devido à grande divergência e diferenças entre as abordagens, realizando uma análise inicial das mesmas, a fim de tornar os experimentos de avaliação mais formais e menos subjetivos. O resultado alcançado revela a necessidade de padronização das abordagens para avaliação de SE.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5753/cbie.sbie.2016.270